Pré-natal: porque é tão importante?

Pré-natal: porque é tão importante?

CAMPANHA PELO NASCIMENTO SEGURO

Já está definitivamente demonstrado que a realização de um pré-natal adequado é essencial para a saúde do feto e do recém-nascido, pois possibilita a instituição de medidas preventivas, ações de promoção à saúde e a identificação de problemas e riscos em tempo oportuno para intervenção. Medidas voltadas para a saúde da gestante e do recém-nascido são importantes para a redução da mortalidade infantil e para melhorar a qualidade de vida no Brasil.

A entrevista e o exame físico que o obstetra faz com a futura mamãe em cada consulta, bem como os exames laboratoriais e radiológicos, são ferramentas importantes para avaliar a saúde materna e fetal. Os exames de ultrassom durante a gravidez oferecem informações importantes sobre a evolução do desenvolvimento fetal e podem identificar eventuais malformações do feto. Esse conhecimento permitirá que sejam prestados cuidados especiais durante a gestação, assim como na assistência ao bebê durante o parto e logo após o nascimento. Exames de sangue podem diagnosticar doenças como sífilis, toxoplasmose, Hepatite B e HIV, que requerem medidas preventivas e/ou tratamento que são fundamentais para a saúde do bebê.

O pré-natal deve iniciar precocemente, tão logo tenha sido confirmada a gestação, preferencialmente no primeiro trimestre. Recomenda-se a realização de no mínimo 6 consultas, sendo necessário um maior número nas gestações de alto risco.

ASSISTA O VÍDEO DA CAMPANHA, CLIQUE AQUI.

Leia mais:

Comments are closed.